-
-O curso de Letras Licenciatura com habilitação em Língua Portuguesa e Língua Inglesa visa levar a uma nova visão sobre a Linguagem. Abrangendo e concatenando reflexões das áreas de Educação, Linguística e Literatura, o curso prepara o profissional para o mercado de trabalho e para o meio acadêmico, trazendo à tona as mais modernas teorias e concepções sobre a linguagem e o modo como essa se relaciona com a sociedade e como ela pode nos propiciar uma nova forma de ver e registrar o mundo que nos cerca através das palavras. (Mais informações)


--  UniPinhal promove as pessoas
Antologia Literária Pinhalense - vol. 6 (2016) width= -A Graduação em Letras UniPinhal dá resultado, contribuindo decisivamente para a formação e a carreira de seus alunos. Em setembro de 2016, duas de nossas graduandas tiveram seus textos analisados e selecionados para integrar o livro "Antologia Literária Pinhalense, vol. 6", tornando-se autoras (foi o "début" literário de ambas). Para se ter uma ideia da importância desse livro, em sua contra-capa pode-se ler a respeito das intenções da obra: "... tendo como objetivo deixar registrado o que está sendo produzido de melhor na Literatura da terra de Edgard Cavalheiro".
-Além disso, um dos poemas impressos nas páginas da "Antologia" foi uma composição premiada no I Concurso UniPinhal de Poesia (2015), da autora Madu G.R., que ainda não é aluna da UniPinhal: ela tem apenas 16 anos de idade!
-São exemplos de como o trabalho sério da UniPinhal dá resultado, são 50 anos tendo por compromisso a formação de seus alunos.
-Invista na sua carreira, matricule-se na UniPinhal. O melhor curso de Licenciatura em Letras da região.


--  II Concurso UniPinhal de Poesia
-O Concurso UniPinhal de Poesia foi instituído com o objetivo de lançar novos talentos e promover a literatura brasileira. Foram três poetas escolhidos e a cerimônia de premiação ocorreu na noite de 18 setembro de 2016; foram dezenas de concorrentes inscritos, de três municípios diferentes, todos buscando o reconhecimento de sua produção artística.
-A Comissão Julgadora foi composta por alunos do Curso de Letras da UniPinhal (membros efetivos: Adrielle Ragazzo, Aline Ragazzo, Brena Vicente, Débora Almeida, Gabriela Tangerino, Isabela Sobrinho, Jaqueline Teodoro, Laura Cézar, Renata Pedro e William Pessoti; membros suplentes: Elizandra de Pádua, Giuliana Santos e Julya Soares Oliveira) e por um parecerista convidado não revelado, para assegurar a isenção da apuração.
-A premiação aos três melhores classificados consistiu em Certificado, um prêmio simbólico em dinheiro e uma Cesta de livros. Além disso o primeiro colocado na premiação foi agraciado com uma mesa (escrivaninha) e cadeira para auxiliar seus trabalhos e estudos - um belíssimo oferecimento de nosso patrocinador, a quem a UniPinhal agradece enormemente: Móveis Ideal Rúpolo.
-O concurso teve o apoio da Casa do Escritor Pinhalense Edgard Cavalheiro, dos jornais O Pinhalense, Pinhal News, Pinhal Rádio Clube, Rádio Interativa Pinhal 106,3 e do Departamento de Cultura do Município de Espírito Santo do Pinhal-SP.
-Os três autores melhor colocados foram: 1) Eduardo Lairon Rosa Pereira, 2) Eduardo Felício Ribeiro, e 3) Renata Ribeiro.
-Confira os poemas premiados a seguir.
-Atenção: os prêmios deverão ser retirados com a organização do concurso em um prazo de até um mês, em dias corridos, a contar da data de entrega da premiação.

-1o. Prêmio: "Mapa de estrelas"
-Autor: Eduardo Lairon Rosa Pereira

Diziam os anciões
Que antes de ao mundo chegarmos,
Fazemos parte do mapa de estrelas.
Então o Criador com boas intenções
Ordena que da noite nos despeçamos,
E do céu despencamos por entre as vielas.

Por vontade divina ou folia do destino,
Nem sempre estrelas que se amam
Caem no mesmo quintal;
Tornando os espíritos em peregrinos.
Décadas, às vezes inevitáveis, brincam
Por entre a dimensão de um vínculo ancestral.

Porém, quando se deparam as amantes:
Há o sopro gelado na alma,
O novato sorriso indomável,
A sinfonia da ventura sussurrante.
Incumbindo ao M das palmas
Lembrar-lhes o velho futuro inseparável.

* * *

-2o. Prêmio: "Quem é você?"
-Autor: Eduardo Felício Ribeiro

Seja na luz, seja no vento
Seja na arte do movimento
Nada para, nada volta
Tudo se perde no meio tempo
Seja quem for, quem queira ser
Ou como for, quem é você?

Você é luz, eu sou o vento
Você é arte, e eu movimento
Nada para, nada volta
Tudo se perde no meio tempo
Seja quem for, quem queira ser
Ou como for, quem é você?

* * *

-3o. Prêmio: "Contraste"
-Autora: Renata Ribeiro

A tarde caía ...
Já se ouviam
o barulho dos passarinhos
a procura de abrigo.
O Sol já se entregava
aos caprichos da (quase) noite.
Ora! Que tarde maravilhosa!

Diante de meus olhos:
Um semblante triste...
Um sorriso apagado...
Um olhar distante...

Por quê?
Será culpa do Sol
Que estás a partir?
Não! Não poderia...
Ele é maravilhoso!

Será culpa da noite
Que estás a chegar?
Logicamente não...
Ela é fascinante!

Nem a maravilha do Sol,
nem o fascínio da noite
fazem a diferença
no momento em que precisamos apenas...
de um ombro amigo!


-- Clique aqui para informações sobre o I Concurso UniPinhal de Poesia (2015).



Conheça nossas parcerias com os maiores institutos de educação do Brasil, oferecendo as mais diversas oportunidades para nossos atuais e futuros alunos.

Av. Hélio Vergueiro Leite, s/n
Jardim Universitário
Espírito Santo do Pinhal / SP
CEP 13990-000

(55 19) 3651 - 9600
0800-70 70 701
www.unipinhal.edu.br